31.3.06

Venda Porta em Porta no Jornal Diário de SP


Venda Porta em Porta no Jornal Diário de SP
Originally uploaded by tupi.


Liga nóis matéria no Jornal Diário de SP de 20/11/2005. Tipo rimando sobre venda porta em porta, a domicílio, sob demanda pá e tal. Onde uma pá de tiazinha, dona de casa, agentes independentes, autônomos e descentralizados fazem o corre pra levar o prato de comida em cima da mesa, geração de renda, pá e tal. Lado a lado com uma pá de firma tipo Yakult, Avon, Natura, Fator 5, Herbalife, Mary Kay, Tahitian Noni, Tupperware, uscambau. Liga q repórter do jornal trocou uma idéia com a Sônia, maluca q consegue representar na fita. Olha conversa:
Diário de São Paulo, 20/11/2005 por Karina Lignelli
Veja como ganhar dinheiro vendendo de porta em porta
Diário traz dicas para quem pretender ganhar uma renda extra ou fazer da revenda de produtos sua atividade principal.

Trabalhar por conta é mais fácil do que se imagina. Pelo menos no setor de vendas diretas, o famoso "porta em porta". Contando com um exército de 1,5 milhão de revendedores de produtos no país, a atividade exige um investimento baixo e o risco é pequeno.

Comprar catálogos, adquirir mostruários, fazer pedidos mínimos de produtos até conseguir uma boa clientela são os caminhos mais fáceis para começar a faturar. Outra recomendação importante: fazer reunião de apresentação de produtos em casa. Quem dedicar pelo menos uma parte do dia para vender seu peixe terá chances maiores de se dar bem nesse trabalho.

Empresas como a natura, Avon e De Millus oferecem desde treinamento para começar a vender até incentivos em forma de prêmios, presentes, mercadorias e até bônus em dinheiro para conquistar e manter seus revendedores.
Já outras, para manter seu colaborador ativo, dão cestas básicas, como a Fator 5 Contratipos, ou dão direitos de uso de um automóvel de luxo cor de rosa, como a Mary Kay.

Segundo a Associação Brasileira de Vendas Diretas (Abevd), para completmentar o orçamento ou fazer da venda porta em porta sua fonte de renda principal, é preciso encarar o trabalho como se fosse um negócio próprio.
"Nesse trabalho, você faz o seu horário e vende o produto nos lugares que quiser. O importante é saver administrar o que entra e sai de dinheiros, para não ter prejuízo, e chegar a média mensal de lucros de um revendedor, que é de R$ 500", diz o presidente do comitê de ética da Abevd, André Raduan. "Esse valor pode ser bem maior, se você 'abrir sua lojinha' todo dia", explica.

Cativando clientes

Quem for comunicativo e não tiver vergonha de oferecer os produtos para vizinhos e amigos, conseguirá melhores resultados. Sônia Maria Narvaez Luque é uma revendedora de sucesso da Avon, empresa que atingiu a marca de 1 milhão de colaboradoras, ou dois terços do total, em todo o país.

Sônia teve que deixar seu emprego por questões familiares e conseguiu manter a casa por um bom tempo vendendo de porta em porta. "Vendia em locais públicos, academia e em todos os lugares onde eu podia deixar um catálogo. Hoje tenho mais de 200 clientes fixas, que encomendam os produtos sem sequer vê-los. Só com minha indicacão, elas compram".

Sônia vende os produtos para 90% dos moradores do prédio em que mora e consegue assim, um faturamento mensal médio de R$ 2 mil. Ela explica que para conseguir esse rendimento é preciso se dedicar de verdade e por completo ao negócio.

"Compre, experimente e ofereca pré-lançamentos para as pessoas. Elas irão encomendar o produto só porque você, que é revendedora, achou bom. Essa relação de confiança é muito importante para conquistar o sucesso nas vendas e garantir boa renda", ensina Sônia.


momentinho desfile 2
Originally uploaded by Frrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrra.


Liga q esquema de porta em porta é bem louco, dando fuga de bater cartão, desfilar de crachá, uniforme, horário fixo, chefia embaçando, pá tal. Se pam tá valendo como modelo de inclusão e geração de renda, lado a lado nas fitas de software livre, copyleft, blogs, manufaturas c2c, orkut, sob demanda, mobs, sob medida, pá e tal. Tipo essa reunião q trombei no Flickr, se pam mercado, garage sale, feirinha em domicílio, na levada da Tupperware, moda e cosméticos, mas organizada por prosumidores, artesãos, blogueiros, artistas, tudo no bolinho. Vai vendo: Yo Soy Tu Infieno III. Teve o dom.

Sem miséria!

-> Arquivo: 6.2.2006 : Bubble Doll Rag Monsters
-> Arquivo: 19.1.2006 : Edney (Interney.net) conta q largou emprego pra virar blogueiro profissional
-> Arquivo: 31.10.2005 : Salão de beleza em domicílio, matéria no Estadão
-> Arquivo: 8.8.2005 : Sorteio na comunidade Eu Faço Boneca de Pano no Orkut
-> Coletando : Mercado Livre : Busca : Avon, Natura DMAE e Contratipos
-> Compartilhando Banners : Livro - A Economia Solidária no Brasil. A autogestão como resposta ao desemprego.

4 comentários:

Cris Zimermann disse...

Aí, Tupi! Pode crer, esse papo de venda de porta em porta é renda pra muita gente. Mas pior que isso, só mesmo sendo incomodado pelo boca-a-boca/porta-em-porta das franquias da fé. Quer pior do que: Domingão, toca a campainha te acordando pra falar de Jesus? Ninguém merece!

Liga nóis Tupi, por quê o Business Opportunities Brasil ainda não está no seu blogroll? Vou te incluir no meu agora mesmo. Ah, e tá rolando uma 'conversação' no blog do jônatas (http://blog.jonatasgardin.com/)pra tentarmos aumentar trágego e revenue. Vamos nessa? Eu já comecei, com os blogs brasileiros, linkando vários posts da comunidade no BOB. Tá afins?
Já liguei o Janio (lucrando na rede tb). Te espero!

Tupi disse...

Falai' Cris, firmeza? Opa, ligeiro inclui o Brasil Business Oportunities no blogroll, sem miséria!
Li q vc agora esta' lado a lado com o Janio no Lucrando na Rede, teve o dom!
E' nois!

André Miani disse...

falai tupi, hermanos...

liga nois que eu estava de piao por Montevideo e em dezembro o diario "LA REPUBLICA" foi proibido de ser vendido nas bancas de revistas dos hermanos Uruguayos conhecidos como kioscos porque decidiu abaixar o seu preco e acabou sendo boicotado tendo que buscar uma alternativa de comercializacao. Contraram uma par de loco pra vender jornal de "mano en mano" e acabaram fazendo as vendas bombarem (liga nois que esse mano eh mao em espanhol ;) )

vai vendo:

Em 15 de dezembro de 2005:

El Poder Judicial admitió, por primera vez en su historia, un recurso de amparo en defensa de la libertad de prensa

http://www.larepublica.com.uy/lr3/?a=nota&n=197517&e=2005-12-15


La Justicia reconoció a LA REPUBLICA el derecho a decidir su precio de tapa

http://www.larepublica.com.uy/lr3/?a=nota&n=199849&e=2006-01-13

Em 4 de Abril de 2006
Ahora, a ganar el Interior del país.

"En Montevideo casi se cuadruplicaron las ventas pero en el Interior sólo se alcanzó la duplicación."

Tupi disse...

Falai' Andre, bem louco o esquema de jornal porta em porta. Liga q na gringolandia tem jornal gratis no metrô, pá e tal. Se pam tá valendo remixar essa idéia pra jornal da imprensa descentralizada, impressão sob demanda, copyleft, c2c, pá e tal.
Sem miséria!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...